Follow by Email

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Para aliviar o tédio tome um Café Gelado com licor de chocolate (To relieve the boredom take a iced coffee with chocolate liqueur)



Como viver um dia a dia emocionante?

Como viver o dia a dia de um John McClane ou de um James Bond ou no caso feminino como ser todos os dias uma Satine ou uma Evelyn Carnahan?

Hollywood é uma fabrica de ilusões. O “american way life” sempre foi vendido ao mundo através dos inúmeros filmes, seriados e glamour de sua indústria de entretimento. Leni Riefenstahl ou Sergei Eisenstein também levaram através das telas suas realidades de vida ao mundo. Outros cineastas como Felini,Antonioni,Glauber Rocha, Werner Herzog ou mesmo Michael Moore apresentam modelos cinematográficos mais engajados em aspectos sociais mas nem por isto não é passado uma ilusão da realidade aos olhos do espectador.



Na vida quotidiana pressupomos como certas muitas coisas que, numa analise mais atenta, se revelam tão cheias de aparentes contradições que só uma grande quantidade de pensamento nos permite saber em que podemos realmente acreditar. Na procura da certeza, é natural começar pelas nossas experiências presentes e, num certo sentido, sem dúvida que delas será derivado conhecimento. Mas qualquer afirmação sobre o que as nossas experiências imediatas nos fazem saber está muito provavelmente errada (Beltrand Russell).

Nós percebemos o mundo dentro de nós. Os nossos cinco sentidos recebem certo estímulo externo e o transferem ao cérebro, onde ele é processado, formando a nossa imagem do mundo; nós não percebemos nada fora desse quadro.

Então quando vemos um filme qualquer nosso cérebro faz desta ilusão uma realidade. Certos mitos criados por Hollywood ou Bollywood acabam se transformando em verdades inquestionáveis no inconsciente coletivo local ou mundial. Isto é uma verdade que os romanos já conheciam há milênios e exploravam muito bem os sentidos com seu “panes et circense” promovido dentro do Coliseu ou do Circulo Maximo.



Assim acontece com nossa percepção de consumo. Para nosso ego e âmago interior o ato de compra nos satisfaz plenamente. O ato de comprar nos dá uma sensação de poder. E nossa realidade é formada pelo o que temos e pelo o que não temos. Apesar de ser uma falsa realidade para nossa vida cotidiana é uma verdade inquestionável para nosso cérebro.

Se comprar é um ato que falseia nossa percepção de realidade por que os governos dão tanta importância ao consumo de massa?

A resposta é bem simples:

- Para evitar que surjam surpresas como em 1649, 1789, 1914, 1917,1929 e 2001!



Só não foi uma surpresa 1939 por que todos sabiam através dos filmes da Leni Riefenstahl qual era as reais intenções do Willens.Assim como não será surpresa para ninguém um desastre climático/natural em larga escala ainda neste século !

How to live one day the day exciting?

How to live day to day a John McClane or James Bond or if you were a woman how to be every day a Satine or Evelyn Carnahan?


Hollywood is a factory of illusions. The "american way life" has always been sold to the world through countless movies, serials and glamour of its entertainment industry. Leni Riefenstahl and Sergei Eisenstein also led through screens its realities of life to the world. Other filmmakers as Felini, Antonioni, Glauber Rocha, Werner Herzog or even Michael Moore film templates are more engaged in social aspects but this is not passed an illusion of reality in the eyes of the beholder.

In everyday life we assume certain many things that analyze more attentive, are so full of apparent contradictions that only a large amount of thought lets us know where we can really believe. In the quest for certainty, it is natural to start with our experiences present and, in a sense, there is no doubt that it is derived from knowledge. But any statement about what our immediate experiences make us know is very probably wrong (Beltrand Russell).

We perceive the world within us. Our five senses receive some external stimulus and the transfer to the brain, where it is processed, forming our image of the world; we don’t perceive anything outside that framework.



Then when we see a movie any our brain makes this illusion a reality. Certain myths created by Hollywood or Bollywood end up turning into unquestionable truths in the collective unconscious local or global. This is a fact that the Romans already knew for millennia and exploited very well the senses with its "panes et circus" promoted inside the Coliseum or Maximum Circle.

So it happens with our perception of consumption. For our ego and heart inside the Act of buying in fully meets. The Act of purchase gives us a feeling of power. And our reality is formed by what we have and what we do. Despite being a false reality for our everyday life is an unquestionable truth to our brain.

If you buy is an act that distorts our perception of reality by which Governments give such importance to mass consumption?

The answer is quite simple:



-To prevent popup surprises as in 1649, 1789, 1914, 1917, 1929 and 2001!

Just wasn't a surprise 1939 why everyone knew through the films of Leni Riefenstahl which was the real intentions of the will so as not be surprise to anybody a climate/natural disaster on a large scale even this century!

Café Gelado com licor de chocolate (Iced coffee with chocolate liqueur)



120 ml de café espresso (frio)/ 120 ml espresso coffee (cold)

6 colheres de açúcar mascavo/ 6 tsp Brown sugar

60 ml de leite frio / 60 ml milk cold

30 ml de licor de café / 30 ml coffee liqueur

30 ml de licor de chocolate / 30 ml chocolate liqueur

Gelo a gosto / Ice to taste

Misturar o café, açúcar e leite no liquidificador e adicionar em seguida o gelo e esmagá-la até que não haver mais grandes blocos. Adicionar os licores.

Mix coffee, sugar, and milk in a blender and add more of either to taste, then add the ice and crush it until no large chunks is present. Add the liqueurs, and mix if you'd like that.

Nenhum comentário:

Postar um comentário