Follow by Email

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Por que se faz um blend de café? (Why is a blend of coffee?)



O blend é feito por várias razões. Presumivelmente, o objetivo é fazer um café seja superior na qualidade do que qualquer dos ingredientes individualmente. O café arábica de alta qualidade deve ter sozinho está característica. Ele deve ter bom sabor limpo, boas aromáticos, corpo e sabor. Uma das razões para a mistura no mundo comercial é poder utilizar um café de qualidade inferior na mistura. Outra razão para se criar um blend é possibilitar ao proprietário da marca de café ou produtor ter uma assinatura que leva os consumidores a equacionar um perfil de café especial com uma imagem de marca; os consumidores geralmente não chamam Starbucks das denominações de origem usado no café, mas simplesmente como "um copo de Starbucks" como se os gostos de “dark carbony” do café torrado são de alguma forma exclusivos para essa marca. Cafés também são combinados para obter consistência de mês para mês e culturas anuais. Isso é feito com grandes marcas que não desejam ser dependente de qualquer sabor de origem específica para que eles possam ser o fornecedor de café de diversas (ou o menos caro) fontes e atingir um sabor consistente. Tais misturas geralmente reduzem todos os cafés incluídos para o menor denominador comum. Mas vamos deixar de lado que o menos do que nobre razões que o café é misturado e concentrar-se em detalhes que dizem respeito a torrefadora orientada a qualidade.

Antes de quaisquer cafés de alta qualidade de mistura deve se conhecer os sabores dos cafés individuais e tiver algum objetivo para uma A xícara ideal que não pode ser atingido por uma única origem ou grau único torra. Seria uma vergonha combinar um fantástico State coffees e depois de tudo feito, supostamente tentar atingir uma xicara que excede os componentes usados algo improvável de acontecer com cafés superiores. Dado que você tenha um motivo para um processo lógico e uma mistura para fazê-lo, vai haver pouca necessidade de mais de dizer 5 cafés na mistura. Misturas com mais de 5 cafés considero fantasioso ou indulgente.






Blending is done for several reasons. Presumably, the goal is to make a coffee that is higher in cup quality than any of the ingredients individually. But high quality arabica coffee should be able to stand alone; it should have good clean flavor, good aromatics, body and aftertaste. So one reason coffees are blended in the commercial world might be the use of lower-quality coffee in the blend. Another reason might be to create a proprietary or signature blend that leads consumers to equate a particular coffee profile with a particular brand image; consumers don't often call Starbucks by the origin names used in the coffee but simply as "a cup of Starbucks" as if the dark carbony roast tastes were somehow exclusive to that brand. Coffees are also blended to attain consistency from month to month and crop year to year. This is done with major brands that do not want to be dependent on any specific origin flavor so they can source coffee from various (or the least expensive) sources and attain a consistent flavor. Such blends generally reduce all the coffees included to the lowest common denominator. But let's put aside the less-than-noble reasons that coffee is blended and focus on details that concern the quality-oriented roaster.

Before blending any high-quality coffees you should know the flavors of the individual coffees and have some goal for an ideal cup that cannot be attained by a single origin or single degree of roast. It would be a shame to blend a fantastic Estate coffee ...after all, you are supposedly trying to attain a cup that exceeds the components and it's not likely you can do this with top coffees. Given that you have both a reason to a blend and a logical process for doing it, there will be little need for more than say 5 coffees in the blend. Blends with more than 5 coffees I consider fanciful, or indulgent.

Nenhum comentário:

Postar um comentário