Follow by Email

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Por que nós desejamos o poder (Why we want the power)?



Poder é a habilidade de uma pessoa ou grupo de pessoas de controlar ou influenciar as escolhas das demais pessoas de uma determinada sociedade.

Não podemos confundir “poder” com “autoridade”. O termo autoridade é usado frequentemente para designar o poder percebido como legitimo pela estrutura social de uma sociedade.

O poder pode ser visto como um mal ou injusto; certamente todo o mal e injustiça são cometidos pelo homem de encontro ao homem envolvem relações poder dentro da estrutura social de uma sociedade.

O poder não necessita envolver coerção. O poder é um exercício de relação de influencia entre diversos grupos que se interagem no seio de uma sociedade. Está estrutura parece ser inerente e endêmico aos seres humanos como seres sociais e gregários.




O poder não se exerce apenas com a influencia ou com autoridade, mas com outras ferramentas são usadas conjuntamente por aqueles que detém ou estão no poder.

A indução, a persuasão, a manipulação, a coerção e a força direta são outros meios para se atingir o poder de fato nas sociedades modernas.

O poder no mundo hoje é exercido por menos de 1% da população mundial que controlam os meios de produção e determinam as formas de persuadir este ou aquele grupo em aceitar seu domínio financeiro e político. Estes grupos manipulam as informações que são passadas aos grupos subalternos e utilizam a coerção pelo medo para atingir seus objetivos.
Quando todas estas ferramentas fornecem os mecanismos sociais para que estes grupos dominantes sejam o poder. Eles usam a força direita contra aqueles que são contrários ao sua autoridade e influencia junto à população.



A sociedade de consumo é apenas um mecanismo social que possibilita a uma minoria comandar e controlar as sociedades pós-modernas.

Isto me lembra duma piada:

Um sujeito sem um braço senta-se na cadeira do barbeiro.

-Barba e cabelo, por favor, (ordena)

Assim que começa a barba , o barbeiro comete um erro fazendo um corte no rosto,depois outro no queixo e outro no pescoço. Ao começar a cortar o cabelo dá um corte na orelha com a tesoura e ao acertar o bigode dá um corte no nariz do cliente. No final o barbeiro pergunta:

- Você era meu freguês há muito tempo atrás, certo?

-Não senhor. O braço eu perdi em um acidente de automóvel.

Power is the ability of a person or group of individuals to control or influence the choices of other persons of a particular society.


We mustn’t confuse "power" with "authority". The term authority is often used to designate the power perceived as legitimate by the social structure of a society.

The power can be seen as an evil or unjust; certainly all evil and injustice are committed by man against man involve relationships power within the social structure of a society.

The power need not involve coercion. The power is an exercise in respect of influences between various groups that interact within a society. It’s inherent and structure seems to be endemic to humans as social beings and gregarious.

The power has not only with the influences or with authority, but with other tools are used both by those who hold or are in power.


The induction, persuasion, manipulation, coercion and the force directly are other means to attain the power of fact in modern societies.

The power in the world today is exercised by less than 1% of the world's population who control the means of production and determine ways to persuade this or that group to accept his financial and political domain. These groups manipulate the information that is passed to the subordinate groups and use coercion by fear to achieve their goals.

When all these tool it provide the social mechanisms so that these dominant groups are the power. They use the force right against those who contravene its authority and influence among the population.

The consumer society is just a social mechanism that allows a minority command and control postmodern societies.

This reminds me of a joke:




A subject without an arm sits in the Barber's Chair.

-Hair and beard, please (sorts)

So begins the beard, the Barber makes a mistake by making a cut on her face, after another on the Chin and another in the neck. To start cutting the hair gives a cut in the ear with the scissors and hit the moustache gives a cut on the nose of the client.

At the end the Barber question:

-You were my customer for a long time ago, right?

-No Sir. The arm I lost in a car accident.





Vamos beber um café (Let’s drink a coffee)?





Ingredientes (ingredients)

30 ml de rum /30 ml rum

15 ml de licor de laranja / 15 ml orange liqueur

15 ml de licor de cacau / 15 ml de cação liqueur

160 ml de café espresso / 160 ml espresso coffee

22 ml de creme de leite / 22 ml cream



Agitar tudo em um cálice e preencher com gelo picado. Polvilhe com chocolate ralado, adicionar canudinho e servir.

Shake and strain into a goblet filled with crushed ice. Sprinkle with grated chocolate, add short straws, and serve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário