Follow by Email

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Toda ação tem uma reação (Every action has a reaction)



Esta máxima da física que toda ação tem um reação serve para qualquer atividade humana. Quanto mais cedo paramos de devastar o meio ambiente com nosso processo produtivo e com nossa ânsia de consumir para aliviar nossas neuroses diárias mais tempo teremos para nós contornarmos os problemas que geramos ao meio ambiente.

A segunda etapa da teoria de Maslow é a segurança. Todas e quaisquer sociedade humana gostam de sentir segura. O problema é que muitas vezes para atender uma meta geopolítica das elites orgânicas dominantes as nações criam um inimigo interno ou externo para fortalecer seu establishment. No momento que se cria um inimigo seja ele quem for os governos trazem e fazem suas populações se sentir inseguras em sua segurança.

O mesmo processo acontece com a criminalidade comum. Para que um estado se faça necessário é necessário que se faça a insegurança publica. Uma razão sem muita lógica. Devemos lembrar que o poder não é algo que se possa possuir. Não existe em nenhuma sociedade divisão entre os que têm e os que não têm poder. Pode-se dizer que o poder se exerce ou se pratica.


O estado controla os espaços e controla o tempo. O estado tem vigilância continua e permanente e regula o conhecimento e sujeita os indivíduos/cidadãos ao seu controle. A violência do estado para conter seus cidadãos é um instrumento de poder através dos meios jurídicos e político de poder ao mesmo tempo a sociedade disciplina seus cidadãos através de instrumentos de poder de sujeição.

Toda esta segurança trás consigo um modelo de produção individual e sua consequente rede produtiva como uma forma repressiva de estado através de redes múltiplas e ramificada dentro da sociedade. Os Estados sujeitam os cidadãos através da dominação do conhecimento e das relações entre o poder e o saber.

O castigo aos foras das leis é um a forma de reparação social e sua função é política dentro da sociedade.



Portanto os estados podem através do conhecimento diminuir os efeitos das atividades humanas sobre a natureza se houver interesse político para que este fato aconteça.

Isto me lembra duma piada:

Numa festa, a madame é apresentada a um eminente político.
- Muito prazer! - diz ele.
- Prazer! Saiba que já ouvi muito falar do senhor!
- É possível, minha senhora, mas ninguém tem provas!

This maxim of physics that every action has a reaction serves to any human activity. The sooner we stop devastate the environment with our production process and our eagerness to consume to relieve our daily more time we will have for neuroses we circumvent the problems that generate the environment.



The second stage of Maslow's theory is security. Any and all human society like to feel safe. The problem is that many times to meet goal geopolitics of dominant organic elites create Nations an enemy either internal or external to strengthen your establishment. At the time that you create a enemy is whoever he brings governments and make their people feel unsafe in their safety.

The same process happens with common crime. To a State if necessary is it necessary to make public insecurity. It’s one reason without much logic. We must remember that the power is not something that you can own. There in no society division between those who have and those who have no power. It can be said that the power is exercised or practiced.

The State controls the spaces and controls the time. The State has still standing and surveillance and regulates the knowledge and subject the individuals/citizens to your control. The violence of the State to hold its citizens is an instrument of power through the political and legal means of power at the same time society discipline its citizens through instruments of power of entry.


This whole backs with them a security model of individual production and its consequent production as a form of repressive State across multiple networks and branches within society. The Member States subject the citizens through the dominance of the knowledge and the relationship between power and knowledge.

The punishment to the out-sides/out- law shape social and its repair function is common within society.

So States can through knowledge decrease the effects of human activities on nature if there is political interest so that this fact will happen.

This reminds me of a joke:



At a party, madame is an eminent politician.

-Nice to meet you!

-He says.

-Pleasure! Be aware that I've heard much talk of the Lord!

-You can, Ma'am, but nobody has proof!

Vamos beber um café (Let’s driank a coffee)?



45 ml de licor de ervas / 45 ml herbal liqueur

150 ml de café espresso / 150 ml espresso coffee

45 ml de chantilly / 45 ml whipped cream

1 colher de açucar mascavo/ 1 tsp brown sugar

Coloque o licor e café em uma xícara de café irlandês e adoçar a gosto. Decore com creme por cima e polvilhe com noz-moscada.

Pour coffee and liquor into an Irish coffee cup and sweeten to taste. Gently float the cream on top, and sprinkle with nutmeg.


Nenhum comentário:

Postar um comentário