Follow by Email

terça-feira, 6 de março de 2012

Tipo de café encontrado no mercado brasileiro (Coffee type found in the Brazilian market)




Cafés Aromatizados


São cafés para quem gosta de sentir o aroma e o sabor do café com outros paladares. Muito comum nos países do Oriente Médio, onde o cardomomo e a canela são acrescentados desde a antiguidade, a produção do café aromatizado é realizada a partir da incorporação de óleos essenciais que contém substancias aromáticas de nozes, baunilha, cremes de frutas, entre outros.


Café do Cerrado


Os Cafés do Cerrado são produzidos em ambiente de savana de planalto, em áreas que nunca foram florestadas, a altitudes entre 800m e 1.000m. O Cerrado de Minas Gerais é caracterizado por estações bem definidas: verões quentes e chuvosos são seguidos por invernos secos e frios, ou seja, o clima ideal para o cultivo de cafés naturais de alta qualidade.
O padrão climático do Cerrado é singular e ajuda a produzir excelente café arábica processada por via natural. A florada é concentrada, o amadurecimento é uniforme e é acompanhado por bastante luminosidade, ajudando a fixar aroma e doçura.
Os Cafés do Cerrado naturais são caracterizados pela bebida fina, corpo forte e excelente aroma e doçura.




Cafés Gourmet


São aqueles cafés considerados mais raros e exclusivos, excelentes, que possuem somente atributos de qualidade positivos, características únicas e marcantes.

Esses cafés normalmente possuem doçura própria, muitas vezes dispensando o uso de açúcar, além de aroma e sabor lembrando cereais torrados, flores, frutas ou achocolatados.

O processo de torra, para melhor aproveitamento dessas raras características, deve ser moderadamente claro a moderadamente escura, podendo ser preparado preferencialmente em máquinas de café expresso.
São ideais para serem consumidos no dia-a-dia, principalmente quando se quer ganhar em qualidade e sabor.





Cafés Descafeinados

O processo de preparo desses cafés, ocorre com a remoção da cafeína dos grãos de café, envolvendo a imersão dos grãos em água e filtragem da cafeína por um filtro de carbono. Nesse processo há a remoção de todo o sabor do grão, que é reincorporado após a destilação dos sabores retidos na água da imersão e sua posterior pulverização nos grãos.


Café da Chapada de Minas


A Chapada de Minas é uma região pequena de topografia singular; planaltos com desfiladeiros cortados por rios.
De todas as regiões produtoras, o café tem aqui sua maior importância para o produtor de pequeno porte e para a economia local.
Embora a maioria do café da Chapada de Minas seja processada por via natural, os melhores são despolpados produzidos em fazendas grandes. O cultivo de café cereja descascado vem crescendo como uma alternativa interessante para ambos pequenos e grandes produtores.


Cafés Orgânicos


A preocupação do homem em se aproximar da natureza, originou um mercado consumidor preocupado em adquirir produtos agrícolas sem agrotóxicos, por esses auxiliarem na preservação do meio ambiente e consequentemente a saúde humana.




Café do Sul de Minas


O Sul de Minas é, isoladamente, a maior região produtora de cafés do Brasil. Com altitudes entre 850m e 1.250m, esta região é uma tradicional área de produção de café arábica a mais de um século.

O sistema semi-mecanizado adotado na maior parte do Sul de Minas é compatível com topografia de montanha e também com plantio adensado que vem sendo adotado nas áreas de relevo mais acidentado.

A maior parte do Café de Sul de Minas é processada por via natural. São cafés classificados como mole ou estritamente mole, encorpados com pouca acidez e um sabor doce característico. Os cafés cereja descascado têm um sabor parecido com o dos naturais, porém com uma maior consistência.


Cafés Tradicionais


Os cafés tradicionais são aqueles cafés produzidos a partir de blends de grãos que valorizam o equilíbrio entre aroma e sabor. Estão disponibilizados no mercado hoje, em embalagens tipo "almofada" ou fechadas no sistema de vácuo. Enquadram-se aqui também os cafés extra-fortes. São cafés com torra escura onde é definido o forte aroma e sabor bem característico deste tipo café.



Café das Matas de Minas


As Matas de Minas constituem a região produtora de café brasileira, caracterizada por uma topografia acidentada e grandes variações de altitude. Os fundos dos vales estão a 400m de altura enquanto as encostas das montanhas chegam a 1.100m. Cerca de 70% das propriedades estão localizados na faixa intermediária, cerca de 700m, ideal para o plantio de café.
As encostas íngremes, junto com chuvas e solo favoráveis, tornam o cultivo do café uma das poucas alternativas agrícolas viáveis nesta área.
O perfil de sabor dos cafés arábicas das Matas de Minas está intimamente ligado à altitude. O café plantado em altitudes mais baixas e no fundo dos vales sofre um processo de fermentação no pé. Este processo determina a bebida sabor Rio, altamente valorizada no preparo do café pelo estilo turco e muito vendido nos países do Oriente Médio e partes do Mediterrâneo. O café plantado nas altitudes superiores possui boa qualidade quando colhido, secado e processado de forma correta.O despolpamento, utilizado em 5% de a produção evitar o desenvolvimento da bebida Rio. O restante da colheita é processado por via natural. Existe um uso crescente do processamento por cereja descascado para produzir cafés com bebidas melhores.






Aromatized coffees

Are cafes for those who like to feel the aroma and taste of coffee with other flavors. Very common in countries of the Middle East, where the cardamom and cinnamon are added since antiquity, the production of flavored coffee is made from the incorporation of essential oils containing aromatic substances of walnuts, vanilla, and fruit cream, among others.

Cerrado coffee

Cerrado coffees are produced in Plateau savanna environment, in areas that have never been afforested, at altitudes between 800 and 1,000 m. The Cerrado de Minas Gerais is characterized by well defined seasons: rainy summers are followed by dry winters and cold, i.e. the ideal climate for the cultivation of high-quality natural coffees.

The climate of the Cerrado is singular pattern and helps produce excellent Arabica coffee processed by natural means. The flowers are concentrated, uniform ripening is and is accompanied by quite light, helping to fix aroma and sweetness. The Cerrado's natural Coffees are characterized by fine drink, strong body and excellent aroma and sweetness.

Gourmet Coffees

They are those considered more rare and exclusive coffees, excellent, which have only positive quality attributes, unique features and striking.

These coffees usually have own sweetness, often without the use of sugar, as well as aroma and taste Recalling roasted cereals, flowers, fruit or chocolate milk.

The roasting process, for better use of these rare characteristics, must be moderately clear to moderately dark, preferably can be prepared on espresso machines. Are ideal to be consumed on a daily basis, especially when it wants to win in quality and taste.




Decaffeinates Coffees

The process of preparation of these cafes, occurs with the removal of caffeine from coffee beans, soak the beans in the water and filtering of caffeine by a carbon filter. In this process there are removing any flavor of the grain, that is rebuilt after the distillation of water retained in the flavors of immersion and spraying in grains.

Chapada de Minas coffee

Chapada de Minas is a small region of natural topography; plateaus with gorges cut by rivers.

Of all the coffee producing regions, has its major importance to the here, producer of small businesses and the local economy.

Although most of the Chapada de Minas coffee is processed by natural means, the best are produced on large farms of devitalized. The pulped natural cherry coffee cultivation has been growing as an interesting alternative to both small and large producers.

Organic Coffees

The concern of man on nature approaching, resulted in a consumer market concerned acquire agricultural products without pesticides, by those helping in the preservation of the environment and human health.






Sul de Minas coffee

The Sul de Minas is in isolation, the largest coffee-producing region of Brazil. With altitudes between 850m and 1,250 m, this region is a traditional area of Arabica coffee production to more than a century.

The semi-mechanized system adopted in most of southern Minas Gerais is compatible with topography of mountain and also with adensado that has been adopted planted in the areas more rugged relief.

Most coffee Sul de Minas is processed by natural means. Coffees are classified as soft or strictly soft, bulky with low acidity and a characteristic sweet flavor. Pulped natural coffees have a flavor similar to that of the natural, but with greater consistency.



Traditional coffees

The traditional cafés are those coffees produced from blends of grains which enhance the balance between aroma and taste. Are available on the market today, in packaging "pillow" or sealed in vacuum system. Fall here also extra-fortes coffees. Are dark roasting cafes where you set the strong characteristic aroma and flavor well this type coffee.

Coffee of Matas de Minas

The Matas de Minas constitute the Brazilian coffee-producing region, characterized by a rugged topography and wide variations in altitude. The funds of the valleys are 400 m high while the slopes of the mountains reach 1,100 m. About 70% of the properties are located in the intermediate range, about 700 m, ideal for the cultivation of coffee. The steep hillsides, along with favorable soil and rainfall, make the coffee one of the few viable agricultural alternatives in this area.

The flavor profile of Arabica coffees of Matas de Minas is closely connected to the altitude. Coffee grown at lower altitudes and at the bottom of the valleys undergoes a fermentation process. This process determines the Rio flavor drink, highly prized in preparing coffee by Turkish style and sold in the countries of the Middle East and parts of the Mediterranean.

Coffee planted at higher altitudes has good quality when collected; dried and processed correctly. The beans are pulped, used in 5% of the production to avoid the development of Rio drink. The rest of the harvest is processed by natural means. There is a growing use of pulped natural processing to produce coffees with better drinks.


Nenhum comentário:

Postar um comentário