Follow by Email

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Política alimentar ( Foods politics)




Todos nós testemunhamos diariamente, na publicidade e nas prateleiras dos supermercados, a concorrência feroz entre as empresas de alimentos. Como isso afeta nossa saúde. A abundância de comida - calorias suficientes para satisfazer as necessidades de cada homem, mulher e criança duas vezes mais das reais necessidades diárias. A indústria de alimentos maximiza todos os esforços para persuadir as pessoas a comer mais — mais comida, mais freqüentemente e em porções maiores - não importa o que ele faz para cinturas ou bem-estar.

Como os fabricantes de cigarros ou de armas, fazer comida é muito grande negócio. Em 2000, as empresas de alimentos geraram cerca de US $900 bilhões em vendas. Eles têm as partes interessadas para agradar, acionistas para satisfazer e normas governamentais para se adequar. No entanto, é chocante saber precisamente como as empresas de alimentos desenvolvem lobby de funcionários e de formadores de opinião, cooptam peritos para expandir suas vendas através de um marketing agressivo para sugestionar os indivíduos a consumir seus produtos. Aprendemos que a indústria alimentar desempenha uma política como, ou melhor, do que outras indústrias, sobretudo porque grande parte da sua atividade ocorre fora da exibição pública.

O tema ilustra bem como as políticas públicas de alimentação são postas em ação: Aconselhando os governos a distribuir nas escolas refrigerantes, suplementos dietéticos e uma série de alimentos como se fossem saudáveis. Quando se trata de produção em massa e ao consumo de alimentos, as decisões estratégicas são orientadas pela economia – não há ciência, não o senso comum e certamente não há saúde.

Não admira que a maioria de nós seja completamente confusa sobre o que comer para se manter saudável. A conscientização destas práticas políticas de alimentação poderá mudar a forma como respondemos à indústria de alimentos e suas práticas comerciais. Explicando aos indivíduos o quanto a indústria alimentar influência as políticas de nutrição dos governos e como habilmente vincula seus interesses dos especialistas em nutrição com o objetivo de otimizar suas vendas e lucros.




We all witnessed daily, in advertising and on the shelves of supermarkets, the fierce competition between food companies. How does this affect our health? The abundance of food-enough calories to satisfy the needs of every man, woman and child twice more the actual daily needs. The food industry maximizes all efforts to persuade people to eat more — more food, more frequently and in larger portions-no matter what he does for girdle or well-being.

As the makers of cigarettes or weapons, make food is very big business. In 2000, the food companies have generated about $ 900 billion in sales. They have stakeholders to please shareholders, and to meet government regulations to suit. However, it is shocking to know precisely how food companies develop lobbying of officials and opinion leaders, co-opt experts to expand their sales through an aggressive marketing to suggest individuals to consume their products. We learned that the food industry plays a policy as, or better, than other industries, particularly because much of their activity occurs outside of public view.

The topic illustrates how public policies are put into action power: Advising Governments to distribute soft drinks in schools, dietary supplements and a series of food as if they were healthy. When it comes to mass production and consumption of food, strategic decisions are driven by economics--there is science, not common sense and certainly there is health.

It’s advising Governments to distribute soft drinks in schools, dietary supplements and a series of food as if they were healthy. When it comes to mass production and consumption of food, strategic decisions are driven by economics--there is science, not common sense and certainly there is health.

Explaining to people how the food industry influences nutrition policies of Governments and as deftly links his interests of nutrition experts to optimize your sales and profits.

Nenhum comentário:

Postar um comentário