Follow by Email

sábado, 21 de maio de 2011

Os beneficio e malefícios do café (The benefit and harm of coffee)



O cafezinho é uma verdadeira delícia seja no café da manhã, depois do almoço, no café da tarde, após a janta e muito outros horários durante o dia, mas a maioria das pessoas não sabe (não sabia) quais são os malefícios que o café pode causar a nossa saúde, se consumidos em quantidades exageradas. O recomendável é até 4 pequenas xícaras por dia.
Ação diurética compulsiva causadora de perda de minerais e oligo elementos, aminoácidos e vitaminas essenciais.
Causa enfraquecimento do organismo através da perda de sódio, potássio, cálcio, zinco, magnésio, vitaminas A e C, bem como do complexo B.
- Possui relação direta com a doença fibroquística (eventualmente precursora do “câncer da mama”).
- Podem causar de pólipos (primeiro estágio do câncer no aparelho digestivo), verrugas, psoríases e outras afecções dermatológicas.
- Reduz a taxa de oxigenação dos neurônios.
- Provoca uma maior secreção de ácido clorídrico, causando irritações nas mucosas intestinais que causam colites e ulcerações.
- Sua ação é acidificante do sangue, propiciando o surgimento de leucorreia, cistite, colibacilose e variado acessos fungicidas.
- O café é um estimulante (o que pode ser considerado negativo, por fazer perder o sono ou positivo, por aumentar a velocidade da sinapse!), por possuir cafeína – geralmente 80 a 140 miligramas para cada 207 ml dependendo do método de preparação.
Os estudiosos já consideram o café como um alimento funcional, que previne doenças, ou até mesmo nutracêutico, ou seja, proporciona benefícios tanto para a manutenção da saúde como também para fins terapêuticos, incluindo o tratamento de doenças.

E não é só de cafeína que o café é composto. Ele ainda é rico em sais minerais, como potássio, cálcio, zinco, ferro e magnésio, contém vitamina B, umas grande quantidade de ácidos clorogênicos, antioxidantes naturais e nutrientes que ajudam na prevenção da depressão e suas conseqüências, tais como o tabagismo, alcoolismo e consumo de drogas. Essas substâncias estão presentes em uma proporção de 7% a 10%, isto é, de 3 a 5 vezes mais que a cafeína, com um índice que vai de 1% a 2,5%.
Os especialistas recomendam o consumo de 3 a 4 xícaras diárias de café, o que representa cerca de 500 mg de cafeína, o que estimula a atenção, concentração, memória e aprendizado. O consumo diário e moderado pelos adultos pode ainda auxiliar no combate à depressão, a quarta maior causa de morte no mundo nos dias atuais, que pode chegar a ser a segunda até 2020, conforme informações da OMS.

Estudiosos da Universidade de Harvard também concluíram que o consumo de cerca de 6 xícaras de café por dia pode diminuir risco de desenvolvimento do diabetes tipo 2 em 28%, devido aos antioxidantes, que ajudam a controlar o dano causado às células que contribuem para o desenvolvimento da doença. Os antioxidantes, aliás, também são substâncias que combatem a temida celulite. Um estudo feito na Universidade de Vanderbilt provou que homens que bebem café regularmente previnem-se em 80% do desenvolvimento do mal de Parkinson. A bebida ainda reduz o colesterol, auxilia no combate de doenças coronárias, no processo de emagrecimento e na prevenção de alguns tipos de câncer, como o de cólon e o do reto.
Existem ainda estudos recentes que indicam que algumas substâncias presentes no café podem ajudar a prevenir demências e o Alzheimer. A revista médica norte-americana Neurology indica, ainda, que a cafeína retarda a deterioração mental em mulheres idosas. A bebida atua sobre a memória de portadores de doenças degenerativas porque a cafeína age como um estímulo no sistema nervoso central.

Colocando na balança, os impactos positivos do café parecem superar os negativos, no entanto, deve-se consumir no máximo 6 xícaras da bebida por dia, para não haver saturação de cafeína. O café feito em casa tem de ser ingerido até 15 minutos depois de coado, senão, oxida.
The coffee is a true delight is, after lunch, afternoon coffee after dinner and many other times during the day, but most people don't know (don't know) what are the harms that coffee can cause our healthIf consumed in excessive quantities. The recommended is up to 4 small cups per day.
Compulsive diuretic action is causing loss of minerals and trace elements, amino acids and essential vitamins.
Cause weakening of the body through loss of sodium, potassium, calcium, zinc, magnesium, vitamins A and C, and B complex

It has direct relationship with the ovary syndrome disease (possibly a precursor of "breast cancer").
-May cause polyp (first stage of the cancer in the digestive tract), warts, psoriases and other dermatological disorders.
-Reduces the rate of oxygenation of neurons.
-Causes increased secretion of hydrochloric acid, causing intestinal mucous irritations that cause colitis and ulcerations.
-Your action is acidifier blood, providing the appearance of “leucorreia”, cystitis, “colibacillosis” and varied access to fungicides.
-Coffee is a stimulant (which can be considered negative, as do lose sleep or positive, by increasing the speed of the Synapse!), by owning caffeine – typically 80 to 140 milligrams for every 2 ml depending on the method of preparation.

Scholars now consider coffee as a functional food, which prevents disease, or even nutracêutic, i.e. provides benefits both for the maintenance of health but also for therapeutic purposes, including treatment of diseases.
And not only of caffeine is that coffee made. It is rich in minerals such as potassium, calcium, zinc, iron and magnesium, contains vitamin B, a large amount of clorogênicos acids, natural antioxidants and nutrients that help in the prevention of depression and its consequences, such as smoking, alcoholism and drug use. These substances are present in a ratio of 7% to 10%, i.e. from 3 to 5 times more caffeine, with an index that ranges from 1% to 2.5%.
Experts recommend consumption of 3 to 4 cups of coffee daily, which represents about 500 mg of caffeine, which stimulates attention, concentration, memory and learning. The consumption journal and moderated by adults can still assist in the fight against depression, the fourth largest cause of death in the world today, you can get to be the second by 2020, according to information from the who.

Harvard University scholars also concluded that consumption of about 6 cups of coffee per day can reduce risk of developing type 2 diabetes by 28%, due to the antioxidants, which help control the damage caused to the cells that contribute to the development of the disease. Antioxidants, substances that are fighting the dreaded cellulite too. A study done at Vanderbilt University has proved that men who drink coffee regularly prevented in 80% of the development of Parkinson. The drink also reduces cholesterol, helps in the fight of coronary heart disease, in the process of weight loss and prevention of some cancers such as colon and the rectum.
There are recent studies that indicate that some substances contained in coffee may help prevent dementia and Alzheimer 's. The American Neurology Medical Journal indicates that caffeine slows mental decline in older women. The drink acts on the memory of people with degenerative diseases because the caffeine acts as a stimulus in the central nervous system.
Putting in the balance, the positive impacts of coffee seem to overcome the negatives, however, you must consume a maximum of 6 cups of drink per day, for no saturation of caffeine. Coffee made at home has to be swallowed up 15 minutes after strained but, oxidizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário