Follow by Email

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Café com politica e futebol (Coffee with politic and soccer) 17/06

O governo federal decidiu que não vai mais divulgar todos os gastos com obras e serviços contratados para a Copa do Mundo de 2014.
O presidente do Corinthians, Andres Sanchez, reclamou para o deputado federal Anthony Garotinho das exigências que são feitas pela CBF para o estádio corintiano abrigarem a abertura da Copa-14. Os dois se encontraram na tarde de quinta-feira, no terreno onde o estádio será erguido.
Um relatório do TCE (Tribunal de Contas do Estado) de Minas Gerais apontou indícios de irregularidades em R$ 29,3 milhões aplicados nas obras no Mineirão.
A ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) afirmou nesta quinta-feira que o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento da União será mantido. Ela participou nesta quinta-feira da reunião da junta orçamentária com o ministro Guido Mantega (Fazenda) e a ministra Miriam Belchior (Planejamento).
Tramitam no Congresso Nacional duas iniciativas contraditórias. Uma delas, a Comissão da Verdade, prevê a investigação das violações aos direitos humanos durante a ditadura militar. O outro projeto refere-se à manutenção do sigilo eterno de documentos oficiais classificados como ultra-secretos e a liberação dos atos secretos, confidenciais e reservados após um prazo determinado.
The federal Government decided that it won’t longer disclose all spending on works and services contracted for the 2014 World Cup.
The President of Corinthians, Andres Sanchez, complained to the Congressman Anthony Garotinho of the demands that are made by CBF to Corinthian House opening Cup-14. The two met on Thursday afternoon, on the ground where the stadium will be erected.
A TEC report (Court) of Minas Gerais pointed to signs of irregularities at R $ 29.3 million applied in works in Mineirão.
The Minister Gleisi Hoffmann (Casa Civil) said on Thursday that the cut R$ 50 billion in the budget of the Union will be kept. She attended Thursday's meeting of the joint budget Minister Guido Mantega (Economic) and the Minister Miriam Belchior (planning).
It’s been ordered in Congress two contradictory initiatives. One of them, the Truth Commission, provides for the investigation of human rights violations during the military dictatorship. Another project relates to the maintenance of eternal secrecy of documents classified as top-secret and the release of secret, confidential acts and reserved after a specified period.
Com está temperatura fria de fim de tarde em São Paulo um drink a base de café como o abaixo esquenta os ossos e aguça o paladar.
Chambord Coffee
60 ml licor de framboesa  (raspberry liqueur)
135 ml café espresso (espresso coffee)
45 ml chantilly( whipped cream)
1 colher de açúcar(tsp sugar)

Colocar licor e café em um copo de café irlandês e adoçar a gosto. Colocar o chantilly por cima, decore com uma framboesa fresca e servir.
Pour coffee and liquor into an irish coffee cup and sweeten to taste. Float the cream on top, garnish with a fresh raspberry, and serve.

Devido à insanidade e megalomania de um político famoso teremos mais documentos sujeitos ao sigilo eterno. É antiético por parte de um governo não apresentar seus gastos a população. Um orçamento em nível governamental necessita ser licitado ou este órgão ser auditado por uma terceira empresa desvinculada do contratante e contratado. O poder público no Brasil confunde interesse privado com interesse publico.
Levando se em conta que os esportes de alto-rendimento no Brasil não têm nenhum apoio do governo de fato e 60% das verbas destinadas ao esporte de alto rendimento se perdem nos gabinetes das respectivas federações podemos prever que haverá obras superfaturadas tanto na Copa 2014 quanto nas Olimpíadas Rio 2016.
Um ótimo exemplo é o que acontece em São Paulo e no Recife. Na capital paulista o estádio que talvez fará a abertura da Copa 2014 está bem em cima de um gasoduto da Petrobras e o custo e como a obra será feita ainda gera inúmeras polemicas por parte do governo estadual ,banco investidor ,Petrobras e o beneficiado pela obra. No Recife temos 3 grandes clubes de futebol cada um possui um estádio e vão construir na cidade um novo estádio para abrigar 4 ou 6 jogos da Copa de 2014,depois deste jogos quem irá usar este estádio,eis a pergunta que não quer calar?
Se a economia atual está obrigando o governo cortar gastos como vamos gastar rios de dinheiro para realizar um evento que não trará nenhum benéfico ao país como a Copa de 2014. As Olimpíadas irão reerguer a cidade do Rio de Janeiro os gastos se justificam aos olhos de um paulistano como eu.
O governo
precisa se definir ou morde ou assopra!


Due to the insanity and megalomania of a famous politician have more documents subject to the eternal secrecy. Is unethical on the part of a Government did not submit their spending. A budget at governmental level needs to be auctioned off or this body is audited by a third company untied of the contractor and hired. The public authority in private interest with Brazil confuses the public interest.
Taking into account that the high-performance sports in Brazil have no support from the Government in fact and 60% of the funds intended for the sport if they lose in the offices of the respective federations can predict that there will be works super-invoiced in 2014 FIFA World Cup and Rio 2016 Olympics.
A great example is what happens in São Paulo and Recife. In São Paulo the stadium that perhaps will make the opening of the 2014 FIFA World Cup is well on top of a pipeline of Petrobras and the cost and how the work will be done still generates numerous polemics by the State Government, Bank, Petrobras and the investor to benefit from the work. On the reef we have 3 large football clubs each have a stadium and will build a new stadium in the city to house 4 or 6 games of the 2014 World Cup, after this game who will use this stadium, here's the question I don't want to shut up?
If the current economy is forcing the Government to cut spending as we spend money rivers to carry out an event that will not bring any benefit to the country as the 2014 World Cup. The Olympics will rebuild the city of Rio de Janeiro expenditures are justified in the eyes of a paulistano as I. The Government needs to define or bites or breathes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário