Follow by Email

segunda-feira, 13 de junho de 2011

In cup aroma (Aroma na xícara)



A preocupação é como o aroma é sentido depois de feito o café , ou os aromas são sentidos na xícara pelo nariz antes de beber. Os aromas compostos orgânicos voláteis são mais identificáveis nesta fase.

Aromas retro nasais

Aromas na boca são sentidos através da parte de trás da garganta na passagem pelo órgão nasal. Os sabores do café ao redor na boca favorecem o maior número dos aromas ao entrar em contato com bateu o bulbo olfatório, onde eles são detectados.

Sabor

Os sabores são percebidos na língua são tão vitais para a qualidade do café como do aroma.

Acidez é sentida intensamente nas bordas da língua. Este gosto é causado por todos os ácidos presentes no café. Arábicas são mais ácidas que os robustas. Embora claramente perceptível, há muito menos acidez no café do que em outras bebidas comumente consumidas, como suco de maçã, cerveja ou mesmo a água com gás. O café será descrito como fresco, vivo, vigoroso, acidulado, verde ou verde muito dependendo de seus níveis de acidez. Níveis de acidez baixa fazem o café sem sabor. Uma proporção maior de Arábica, portanto, é adicionada aos blends carente de acidez. A acidez é devido a vários fatores: botânica, altitude, a forma como as cerejas são processadas, a idade de grãos e quão rápido envelhecem os grãos e quão rápido eles são torrados. Quênia arábicas são lavadas particularmente distinguido por esta característica altamente apreciada, como são os Arábicas da Costa Rica, El Salvador e também da Colômbia, cultivados em altitudes a mais de 1500 metros.



This concern the smell released as the coffee is made, or the aromas smelled as the cup is lifted toward the nose before drinking; The most volatile aromas are already identifiable at this stage.

Retro nasal aromas

Aromas in the mouth are sensed via back of the nasal passage. Flavor in coffee around in the mouth to encourage as many of the aromas as possible and hit the olfactory bulb where they will be detected.

Taste

The tastes perceived on the tongue are not as vital to the values of coffee as the aroma.

Acidity is felt keenly on the edges of the tongue. This taste is caused by all the acids present in coffee. Arabicas are more acidic than robustas. Although clearly perceptible, there is a lot less acidity in coffee than on other commonly consumed drinks such as apple juice, beer or even sparkling water. The coffee will be described as fresh, lively, vigorous, acidulous, green or very green depending on its levels of acidity. Low acidity levels make the coffee flabby. A higher proportion of Arabica is therefore added to those blends lacking in acidity, Acidity is due several factors: botanic, altitude, the way the cherries are processed, the age of the beans and how fast they age of the beans and how fast they are roasted. Kenya washed arabicas are particularly distinguished for this highly appreciated characteristic, as are the arabicas from Costa Rica, El Salvador and also Colombia, grown at over 1.500 meters.


Nenhum comentário:

Postar um comentário