Follow by Email

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Informação inútil, mas não deixa de ser sui generis !( Useless information, but it’s sui generis)



Um robô chinês ajuda a coletar sêmen e exibe pornografia em tela.A máquina pode ser usada em clínicas de fertilidade.O aparelho desenvolvido na China pode custar cerca de US$ 3 mil.

A empresa chinesa Sanwe Medical Equipment desenvolveu um robô que promete facilitar o trabalho de coleta de sêmen em clínicas de fertilidade e bancos de esperma. Chamada de "sperm collector", o aparelho realiza movimentos no pênis do usuário, ao mesmo tempo em que apresenta um filme erótico em sua tela de LCD, e coleta o sêmen em uma camisinha acoplada no tubo especial.

A fabricante afirma que o robô consegue simular com eficácia os movimentos do órgão sexual feminino, tem um bom design e pode ser limpo e higienizado facilmente após o uso. Outra utilidade do "sperm collector", segundo a Sanwe, é poder tratar pacientes com ejaculação precoce ou problemas de ereção.

Por outro lado!

O sonho de muitos machões – e o desejo de muitas mulheres – foi realizado por um robô: fazer sexo, indefinidamente, sem se cansar nunca.

Andy, o nome da fera de aço, foi apresentado em um congresso sobre robótica no mês passado, na Universidade de Maastricht, na Holanda.

Andy tem mais uma singular peculiaridade: ele pode ser programado para praticar tudo o que está no Kama Sutra, manual hindu que ensina as mais variadas posições para uma transa, tornando-as mais apimentadas.

O único problema com máquinas destes gêneros, que prometem revolucionar o prazer da carne, é que elas são absolutamente infiéis porque não conseguem distinguir a Maria da Amélia e nem João do Antonio.


A Chinese robot helps collect semen and displays pornography on screen. The machine can be used in fertility clinics. The instrument developed in China can cost about US$ 3,000.

The Chinese company Sanwe Medical Equipment has developed a robot which promises to facilitate the work of collecting semen fertility clinics and sperm banks. Called "sperm collector", the appliance performs movements on the penis from the user, while presents an erotic film in your LCD screen, and collects the sperm in a condom engaged in special tube.

The manufacturer claims that the robot is able to effectively simulate the movements of the female sexual organ, has a good design and can be cleaned and sanitized easily after use. Other utility of the "sperm collector", according to Sanwe, is to be able to treat patients with premature ejaculation and erection problems.

On the other hand.

The dream of many big males – and the desire of many women – was conducted by a robot: have sex, indefinitely, without tiring ever.

Andy, the name of the beast of steel, was presented in a Congress on Robotics in the past month, at the University of Maastricht, the Netherlands.

Andy has a unique peculiarity: it can be programmed to practice everything that is in the Kama Sutra, Hindu manual that teaches the most diverse positions for a sex, making them more peppered.

The only problem with machines of these genres, that promise to revolutionize the pleasure of the flesh, is that they are absolutely unfaithful because they fail to distinguish the neither Mary of Jane nor John of Antonio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário