Follow by Email

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Ruibarbo exótica gastronomia (Rhubarb an exotic ecogastronomy.)



O ruibarbo (Rheum tanguticum var tanguticum; Rheum palmatum L.) é uma planta comestível mais utilizada como fitoterápico. Caracterizada por apresentar um caule grosso, folhas grandes (30-40 cm de comprimento).

As flores têm tonalidades que variam entre o vermelho amarelado e o verde-esbranquiçado, agrupadas ao tamanho de um talo alto, e que aparecem durante o verão. Originária da Ásia, tem sido usado como planta medicinal há milhares de anos, principalmente na medicina chinesa. Como alimento começou a ser utilizado por volta do século XIII, quando chegou à Grã-Bretanha. Ainda hoje é na Grã-Bretanha que se produz e consome a maior parte do ruibarbo.

Só os talos são comestíveis. As folhas não devem ser consumidas, pois têm forte concentração de ácido oxálico, nefrotóxico e corrosivo.

Digestivo, estimulante do fígado, estomáquico, laxante em doses superiores a 2g e antidiarreico em doses de até 300mg (raízes). Indicado para atonia gástrica acompanhada de prisão de ventre. Diminui a absorção de ferro. Essa droga associada ao ácido acetil salicílico (AAS)pode causar gengivite e estomatite.


Segundo alguns especialistas não é recomendável para quem tenha cálculo renal ou gota devido a seu alto teor de oxalato (devido aos 10% de taninos presentes). Na culinária pode ser usado em sobremesas.

Torta rústica de ruibarbo (Rustic rhubarb pie)

Ingredientes: prove para dosar a doçura de seu recheio / Ingredients: prove to quantitate the sweetness of your stuffing
1.1/2 xícara de ruibarbo fatiado em lâminas de cerca de 2,5 cm / 1.1/2 cup sliced rhubarb into blades of about 2.5 cm
1 maçã sem sementes, com casca e fatiada / 1 Apple without seed, with hull and sliced
1/2 xícara de açúcar / 1/2 cup sugar


Coloque o ruibarbo, a maçã fatiada e o açúcar em uma panela de fundo grosso. Leve ao fogo alto até obter fervura e só então abaixe o fogo, mexendo ocasionalmente. Cozinhe por cerca de 10 minutos, ou até que o ruibarbo e a maçã estejam cozidos. Deixe esfriar.

Place the rhubarb, Apple radish and sugar in a pot of thick Fund. Lead to high heat until boiling and then lower the heat, stirring occasionally. Cook for about 10 minutes, or until the rhubarb and Apple are cooked. It let cool

Massa: / Mass :
2 xícaras de farinha de trigo / 2 cups wheat flour
3 colheres (sopa) de açúcar refinado / 3 tablespoons sugar refined
150 g de manteiga cortada em cubinhos / 150 g butter, cut into cubes
2-3 colheres (sopa) de água gelada / 2-3 tablespoons cold water

No processador, junte a farinha o açúcar e a manteiga e bata até virar uma farofa. Enquanto ligado, adicione a água gelada até obter uma massa macia. Embale a massa em saco plástico ou filme plástico e leve à geladeira por cerca de 30 minutos. Faça a farofa com o auxílio de um garfo, evitando o contato do calor das mãos. Só então amasse ligeiramente até obter uma massa uniforme). Abra a massa em uma assadeira até obter um disco de espessura média de 5 mm. Despeje o recheio frio no centro e delicadamente dobre as laterais em direção ao centro, dando formato de galette. Polvilhe a massa com açúcar refinado e leve para assar por cerca de 25 minutos em forno 180oC ou até dourar.


On the processor, combine the flour, sugar and butter and whisk until turn one “farofa”. While connected, add ice water until soft dough. Pack the dough in plastic film or plastic bag and refrigerate for about 30 minutes. Make “farofa” with the aid of a fork, avoiding the contact of heat from your hands. Only then slightly knead until obtaining a uniform mass). Open the mass in a roasting pan to get a disc of average thickness of 5 mm. pour the cold filling in the center and gently fold the side toward the Center, giving galette format. Sprinkle dough with refined sugar and bring to bake for about 25 minutes in oven 180oC or until golden brown.

The rhubarb (Rheum tanguticum var tanguticum; Rheum palmatum l.) It is an edible plant commonly used as herbal medicines. Characterized by presenting a thick stem, leaves large (30-40 cm long).

The flowers have shades ranging from red to yellow and whitish-green, grouped to the size of a tall stalk, and they appear during the summer. Originating in Asia, has been used as a medicinal plant for thousands of years, mainly in Chinese medicine. It’s as food began to be used by the 13th century, when it came to Britain. Even today it is in Britain that produces and consumes most of the rhubarb.

Only the stems are edible. The leaves should not be consumed, as they have strong concentration of oxalic acid, corrosive and nephrotoxic potential.

The digestive, stimulant, laxative, liver estomáquic in doses higher than the 2 g and antidiarreic in doses of up to 300 mg (roots). It indicated for gastric atony accompanied by constipation. It has a decreases the absorption of iron. This drug is associated with salicylic acid, acetyl (AAS) can cause gingivitis and stomatitis.

According to some experts is not recommended for those who have kidney or gout due to its high content of oxalate (due to tannin present 10%). In cooking can be used in desserts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário